A verdade venceu a loucura

by

Contrariando nosso estilo, postaremos na íntegra o texto de hoje do @1nho Querelado Grampeado and Arquivado.

O texto é interessante pois demonstra a resignação e incredulidade da justiça em contraponto a sua obssessiva loucura e mania de perseguição pelo presidente Taxinia:

Leiam com atenção e ao final, deixaremos no ar algumas perguntas que jamais serão autorizadas lá no cafofo virtual do per1odista:

Não é  nada fácil lutar contra um sistema viciado em dar prioridade àqueles que possuem o poder em suas mãos.

Minha decepção na condução pela Polícia de São Paulo e também pelo judiciário no caso “araponga” é muito grande.

Primeiro pelo medíocre relatório realizado pelo Dr. Laerte Marzagão, da 1ª Delegacia do DHPP, que relacionou os quatro “autores” pelo único crime que não cometeram – o de “ameaça” – facilitando assim as suas defesas.

Além disso, “esqueceram-se” de citar no relatório o grampo realizado na ex-esposa de Andres Sanches, talvez o crime mais comprovado de todos.

Pior do que isso foi o que aconteceu nos últimos dois dias.

Estive no MPSP, no último dia 08/09, para conversar com a promotora e me informar de como poderia realizar a juntada das provas que foram omitidas pela Polícia Civil.

Para minha surpresa, a Dra. Mara Silvia Gazzi foi substituída pelo promotor Dr. Renato Arruda S. Neto.

Estranho, não ?

Vai ficar ainda mais.

Fui orientado a redigir um documento explicando o teor das provas e marquei a juntada para ontem, 09/09, após as 14h.

Sai do escritório da Promotoria às 18h.

Antes disso fui informado que o processo demoraria para ser despachado – cerca de um mês – pelo fato de poucos promotores estarem disponíveis no local.

Retornei no dia e hora agendados com a documentação em mãos.

Para minha estranheza, fui recebido pela assessora do promotor que, com um sorriso amarelo, disse que não poderia mais receber meus documentos.

Estranhei e questionei o motivo.

Ela respondeu que o promotor já havia proferido sua decisão e que teria que verificar o processo no cartório.

Fiquei pasmo e desconfiado.

A decisão que deveria demorar – segundo a própria promotoria – cerca de um mês, ocorreu poucas horas após a minha visita ao local.

Um marco da eficiência judiciária ?

Longe disso.

Quando li o despacho, custei a acreditar.

Mesmo com o réu tendo confessado o crime, identificado seus contratantes por fotografia, ter sido reconhecido por testemunha, e a perícia tendo encontrado telefones do Corinthians, Coronel Dutra e Caveira em seus celulares, o promotor decidiu arquivar o caso.

Ou seja, nem se o “araponga” implorasse para ser preso, não conseguiria.

Quanto mais seus comparsas.

O que sentir em um momento como este ?

Indignação ? Nojo ? Impotência ?

Alguém acredita que se um de nós estivesse indicado como autores desta violação de privacidade, com tantas provas jogadas à mesa, sairia livre do indiciamento ?

Pois é.

Este é o País em que vivemos.

Perguntas:

  1. Escriba tentou (nós leitores, a polícia civil e a justiça) acreditarmos no seguinte: Dois oficiais da reserva da polícia militar, influentes no meio em que vivem, seguranças do presidente de um clube grande de São Paulo, contrataram um agiota da região da Praça da Sé pra segui-lo e gravar conversas telefonicas com o intuido de? De que? Saber o que ele faz enquanto não está blogando? Ou o que ele faz enquanto não está com Roc Cit? Ou que ele nunca mais foi visto na escola? Ou o que ele faz quando não está entrando em festas e estádios com a sua Tekpik fotografando seus inimigos?
  2. Porque será que a Band não publicou a tal matéria? Mas será que ela realmente existiu? E cade o tal jornalista que foi até a sede do site MSM entrevistá-lo? E o motoboy que levou a fita VHS pra sede da Band a tempo da “matéria ir para o ar” no mesmo dia?
  3. O resumo do “caso” foi mais ou menos este? O araponga o procurou pra dizer que foi contratado para grampea-lo, mas como não recebeu parte da grana, resolveu entregar o caso, dando a ele um celular para que ele gravasse as próprias conversas, comprovando assim que ele seria grampeado? Será que ele acreditou que essa história sem pé nem cabeça tinha algum fundamento e a experiente polícia paulista cairia nessa marmotagem?
  4. Mais contradições do Querelado: Nesta postagem http://www.midiasemmedia.com.br/paulinho/?p=20792 ele informou o seguinte: 

A Policia Civil de São Paulo finalizou o relatório do “Caso Araponga” e já enviou para o Ministério Público –  com as provas documentais, testemunhais e periciais – que deverá analisá-lo a partir de segunda-feira.

Mesmo sofrendo enorme pressão dos envolvidos, o teor do documento, assinado pelo Dr. Laerte Marzagão, delegado da 1ª Delegacia do DHPP, tratou de complicar ainda mais a vida de Andres Sanches, presidente do Corinthians, e seus capangas da Polícia Militar.

Nele constam as minhas denúncias, o relato da testemunha, a confissão do “araponga e as negativas de autoria dos criminosos.

O inquérito, a princípio, sobre o crime de “ameaça”, tem tudo para ser desdobrado em mais dois crimes após a apreciação da promotora que cuida do caso: grampo ilegal e formação de quadrilha.

Andres Sanches, Coronel Dutra, Sargento Odair (Caveira) e o “araponga” Marcelo foram citados como autores do crime.

Faltou no relatório policial, por motivo de prazo, a juntada de documentos que comprovam também o grampo na ex-mulher de Andres Sanches.

Evidentemente farei chegar à promotora esta documentação.

Resta agora ao Ministério Público de São Paulo indiciar formalmente os envolvidos.

Estaremos acompanhando e informando.

Mas hoje ele informa o seguinte: Primeiro pelo medíocre relatório realizado pelo Dr. Laerte Marzagão, da 1ª Delegacia do DHPP

Afinal, o teor do relatório foi bom ou foi medíocre?

5. Em certo momento, @1nho publicou que os sites pagos pela diretoria corinthiana para me difamar começaram a dizer que parei de freqüentar a faculdade. Coincidência ? A polícia acha que não…)

Ai cabem tres perguntas: Qual foi a coincidência? Os tais sites pagos saberem que ele não frequenta a faculdade? Até ai o mundo sabe disso, até porque ele virou “celebridade” e na faculdade ninguém o viu mais. Ele disse que a Polícia achava que não era coincidência? O que? Que ele não ia mais à faculdade?

E afinal de contas, quem são estes sites pagos para difama-lo, que mesmo desafiado pelo Dr. Norberto, ele fugiu da raia e nunca nominou textualmente quem são estes sites.

Mais perguntas?

Agora é com voces, vassalagi!

 

Anúncios

25 Respostas to “A verdade venceu a loucura”

  1. Oficial de Justiça Says:

    Acho até que demorou para o Mp pedir o arquivamento deste inquérito (?) sem pé nem cabeça.

  2. Gustavo Magni Says:

    Mais um derrota na vida de um derrotado por natureza!

  3. Constantine Says:

    Constantine disse:
    O seu comentário está aguardando moderação.
    10 de setembro de 2010 às 19:18
    Fala Chapaulinho.

    Tomou no rabo de novo, hein?

    [Responder]

  4. Jujuquinha Says:

    Lembro que na epoca Andrade Neto falava que Andrade Neto e Andrade Prado possuiam um elo mistico que os fortaleciam.
    Depois da desistencia ou ‘morte’do personagem, coincidentemente 1nho deu uma enfraquecida geral.

  5. Henrique Says:

    (NÃO RESISTI E VOLTEI AO POST DO EIKE BATISTA)

    Henrique Resposta:Your comment is awaiting moderation.
    setembro 10th, 2010 as 13:51

    Gostei desse negócio de buscar “informações do arco da velha” na internet. Valeu pela orientação!

    Veja só: Achei um artigo seu, dizendo que Eike Batista reformaria o Morumbi para a Copa e ainda daria R$40 Milhões anuais ao clube.

    Como você fez para descobrir isso?! Acho que seria legal você publicar umas dicas de como usar o Google. Quem sabe até uns tutoriais em vídeo, com você narrando enquanto digita.

    Abraços.

    [Responder]

  6. TRITÓRIA Says:

    O que acho mais incrível é o que entra de imbécil para apoiá-lo, não sabendo interpretar um minimo do que está sendo analisado pelo Ministério público de São Paulo e que notadamente as “provas” postas pelo “pseudo”blogueiro eram vazias e sem nenhuma consistência visto que as pessoas que ele “denunciava” não tiveram nenhuma participação naquela maluca “arapongagem do araponga”.
    Eu acho sim, que o MPSP está sendo muito permissivo para que um tipo desqualificado, boquirroto, mau-caratér como este paulinho ainda continue à solta, fazendo denúncia vazias e acusando a todos(inclusive a polícia e o MPSP) de conivência com a corrupção. Basta! Já passou da hora de enquadrá-lo!

    • Ricardo Says:

      Pois é, além da questão das “provas” (ao que parece, as únicas provas eram as conversas com o detetive, que não provam porra nenhuma), os imbecis não se tocam que não houve ninguém, nem o amigo Juca, nem o Benja_faz_merchan_mas_é_do_bem, nem o ex-chefe Birner, nem Kajuru, ninguém falou do “caso araponga”. Todos já sabiam que não ia dar em nada, que o caso não se sustentava.

  7. Chupa Cabra Says:

    Armandinho disse:
    O seu comentário está aguardando moderação.
    10 de setembro de 2010 às 12:49
    Eh verdade que voce investigou esse caso por 8 meses, contratou o araponga e no final das contas levou fumo? E para piorar, um dos padrinhos esta em apuros?

  8. eduardo Says:

    SEI NÃO MAS ESTOU ACHANDO QUE LOGO MAIS SÃO PAULO VAI VOLTAR A TER O MOTOBOY….

  9. Fernando Says:

    1nho é um imbecil de pai e mãe, isto é, de pai e de Juka de saias…
    Gostaria que o MPSP botasse no rabo dele agora.
    Enfim, é um louco burro e solitário.

  10. Henrique Says:

    Henrique disse:
    O seu comentário está aguardando moderação.
    10 de setembro de 2010 às 11:17

    Como pode você agora chamar de medíocre o mesmo relatório que ontem afirmou que “complicava a vida do Andrés Sanchez, apesar da pressão dos envolvidos”?

    Já sei: Você sempre pode contar com o analfabetismo funcional a demagogia e a debilidade mental de todos esses idiotas que aqui lhe prestam solidariedade.

    Um bando de manés indignados com a falta de atenção dada as suas “provas”.

    Provas? Que provas? Conversas conduzidas por você em gravações combinadas entre você e o “detetive contratado para investiga-lo”?

    Chupa seu picareta! Tomara que você leve um nabo por denunciação caluniosa.

    [Responder]

  11. Londrina Says:

    vcs já repararam que ele critica o Dr. Laerte por enquadrar os quatros envolvidos em um ato “ameaça” que nunca o fizeram. Mas vcs no link mostra que ele colocou fotos do inquerito e sublinhou as palavras “ameaças” e disse que os quatros envolvidos estavam ainda mais encrencados com o relatório??

  12. Demian Says:

    Nosso escriba das duas rodas dá muita importância a si mesmo. Bons tempos em que ele se preocupava apenas em entregar pizzas…

  13. Marco ACT Says:

    Mais um toco a caminho, no comentário sobre a tal rádio K:

    vassalinho disse:
    O seu comentário está aguardando moderação.
    10 de setembro de 2010 às 10:16

    É “Rádio K” por qual motivo? Tem participação do Kia?

    Pq não muda o nome pra “Rádio Q”, de querelado

    [Responder]

  14. Carlos Rosas Says:

    vocês deveriam enviar o post dele para o MP-SP pois ele está caluniando aquele órgão, duvido que ele aguente um processo do MP contra ele e afinal faz tempo que ele não publica uma retaratação do querelado rsrs

  15. Ed!!! Says:

    Chapaulete Roithman, a vilã mais malefica da blogosfera!!!

    Ed!!! disse:
    O seu comentário está aguardando moderação.

    10 de setembro de 2010 às 10:04
    Peraí!!!

    Vc disse há alguns posts atrás que o documento assinado pelo Dr Laerte complicava ainda mais a vida do taxinha e seus capangas da PM, e agora nesse post vc diz que o mesmo documento, assinado pelo Dr Laerte é mediocre…

    Se eu não consigo acreditar em vc, com essas suas contradições malucas, vc acha que o MP vai perder tempo com essa sua invenção??? Para né, os caras tem mais o que fazer!!!

    [Responder]

  16. Norberto Cunha dos Santos J. Quiñaz Says:

    Pobre Chapaulinho, Pobre Chapaulinho…

    Como costuma vir escrito em cartazes nos estádios… “EU JÁ SABIA”.

    Foi o único “crime” da história onde o indiciado é multiuso: indiciado, testemunha de auto-acusação e vítima (não recebeu o $). E é o único caso onde o autor do grampo dá o aparelho telefônico para a vítima e diz “olha, usa esse telefone aqui que eu comprei – olha a nota! – pra eu poder te grampear.”

    Nem a Promotora de Vendas da Jequiti iria adiante com uma sandice dessas, quanto mais os bravos integrantes do MP.

    Eu gostaria MUITO de tirar uma foto do Chapaulinho na hora em que viu o despacho.

  17. Nocú Says:

    Só posso entender que o xanxes é o super-xanxes, domina o curunchia, 99,999% da imprensa mundial, a polichia, o judiciário, a máfia russa, o berezoviski, a mãe do berezoviski, o kia e a pqp…… O mundo está contra o dono da verdade absoluta…….

    • ADES Says:

      Faltou dizer que ele domina o Juca, o Benja e agora tá começando a dominar o Kajuru, que no caso do Neto ficou no muro, pendendo para o Neto…

  18. Comedor Says:

    postado lá:
    Sand Castle disse:
    O seu comentário está aguardando moderação.
    10 de setembro de 2010 às 09:39

    Paulinho, me solidarizo com esta situação, pode apostar que o mesmo vai ocorrer com a Operação Castelo de Areia, com os que receberam propina sendo “arquivados” e sem nenhuma punição.

    [Responder]

  19. RAGI Says:

    Acho que nossos momentos de risos com o periodista está findando, depois de achar-se o rei da cocada preta,branca e a com abacaxi, ele está vendo sua vaca caminhar a passos largos para o brejo, com mais um processo o cara não poderá pagar mais com cestas básicas, terá que cumprir pena e de lá o que seus dedos tocarão não serão mais o tecrado do netebuque de urtima geração.

  20. Maicou Suel Silva Says:

    comentar o que?
    SEN-SA-CIO-NAL!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: